Google+

O que se pode ensinar aos mais fracos

Deixe um comentário

10 de dezembro de 2013 por Eder Silva

fraternidade

O que conta na vida não é o mero fato de termos vivido. É a diferença que fizemos na vida dos outros que determinará o significado da vida que levamos.” (NELSON MANDELA, Líder e Estadista)
 

O que percebo nos dias atuais é um frenesi constante, uma movimentação voltada para a manutenção do ego individualista. Parece-se mais uma forma de alimentar uma solitária ou qualquer espécie de parasita que se esconde dentro do íntimo do ser humano, querendo sempre mais, parasitando não só o corpo, mas principalmente tudo aquilo que se refere à vontade, ao pensamento, à motivação. Quando paro e penso sobre esse vai-e-vem de vaidades, fico um tanto tonto, quase que transtornado e angustiado. Sem contar a sensação que sinto de estar revivendo, ou melhor, presenciando a consolidação dos sintomas de uma época não muito remota, os anos 80. Um exemplo disso é um chavão famosíssimo dessa época: “o malandro agulha”, lembram? E você, leitor, não quer dar uma mãozinha aqui???

Malandro agulha
Como se sente? como se sente?
Malandro agulha
Nunca tá  contente! nunca tá contente! (2x)

E não interessa se é do bem ou do  mal
E se for preciso é romântico, imoral
O que interessa é se dar bem no  final
E se for preciso mata a cobra e mostra o pau

[…]

Segura o malandroooo!
Hey!
É a lei do burici:
Cada um cuida de si!”

(BANDA BLITZ)

Eder Silva é iniciante nas ciências do povo, especialista em Sociologia Política (UFPR); bacharel em Turismo (UP). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Para não-usuários Wordpress digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 8 outros seguidores

Arquivos

dezembro 2013
S T Q Q S S D
« nov   mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Livros Recomendados

Estatísticas do Blog

  • 564 hits
a n➐w ame n t e

T O D O S O U ♾ UM : OM E S M O U T R O

POESIAS DE MIM

Alma Boaventura

escamandro

poesia tradução crítica

Marinho

Outsider é um termo voltado àqueles que buscam enxergar não apenas o que está impresso na capa, o que aparentemente é mostrado como verdadeiro, mas também o lado de fora, o que muitos se abstêm de averiguar. O outsider é o caminhante, o peregrino, o visionário forasteiro que vê o que há de ilimitado nas hipóteses. O que não aceita de imediato o pré-estabelecido. No livro "O outsider" Collin Wilson chegou bem próximo do que expressa o termo. Entre o real e o virtual, escrever afinal não faz nem um mal. Mesmo assim, aí vai meu sinal, pra você, leitor, que não quer só o trivial, e sim o que vai além, o transcendental, o total, o essencial. Embarque nessa trip, e vamos juntos, vamos fundo nessa aventura. Fique à vontade, a casa é sua!

DOCVERDADE - Documentários

Outsider é um termo voltado àqueles que buscam enxergar não apenas o que está impresso na capa, o que aparentemente é mostrado como verdadeiro, mas também o lado de fora, o que muitos se abstêm de averiguar. O outsider é o caminhante, o peregrino, o visionário forasteiro que vê o que há de ilimitado nas hipóteses. O que não aceita de imediato o pré-estabelecido. No livro "O outsider" Collin Wilson chegou bem próximo do que expressa o termo. Entre o real e o virtual, escrever afinal não faz nem um mal. Mesmo assim, aí vai meu sinal, pra você, leitor, que não quer só o trivial, e sim o que vai além, o transcendental, o total, o essencial. Embarque nessa trip, e vamos juntos, vamos fundo nessa aventura. Fique à vontade, a casa é sua!

JOSPREY

Outsider é um termo voltado àqueles que buscam enxergar não apenas o que está impresso na capa, o que aparentemente é mostrado como verdadeiro, mas também o lado de fora, o que muitos se abstêm de averiguar. O outsider é o caminhante, o peregrino, o visionário forasteiro que vê o que há de ilimitado nas hipóteses. O que não aceita de imediato o pré-estabelecido. No livro "O outsider" Collin Wilson chegou bem próximo do que expressa o termo. Entre o real e o virtual, escrever afinal não faz nem um mal. Mesmo assim, aí vai meu sinal, pra você, leitor, que não quer só o trivial, e sim o que vai além, o transcendental, o total, o essencial. Embarque nessa trip, e vamos juntos, vamos fundo nessa aventura. Fique à vontade, a casa é sua!

Blog do Avila

Divagando, para aproveitar melhor as horas vagas...

O outsider

Outsider é um termo voltado àqueles que buscam enxergar não apenas o que está impresso na capa, o que aparentemente é mostrado como verdadeiro, mas também o lado de fora, o que muitos se abstêm de averiguar. O outsider é o caminhante, o peregrino, o visionário forasteiro que vê o que há de ilimitado nas hipóteses. O que não aceita de imediato o pré-estabelecido. No livro "O outsider" Collin Wilson chegou bem próximo do que expressa o termo. Entre o real e o virtual, escrever afinal não faz nem um mal. Mesmo assim, aí vai meu sinal, pra você, leitor, que não quer só o trivial, e sim o que vai além, o transcendental, o total, o essencial. Embarque nessa trip, e vamos juntos, vamos fundo nessa aventura. Fique à vontade, a casa é sua!

Cristianismo Outsider

"Consistência tola é o demônio das mentes pequenas" (Emerson)

Ateismo Politico

Tenuta Sandi WordPress.com site

Blog de Sociologia Política

Os processos sócio-políticos e o dia-a-dia

%d blogueiros gostam disto: